A Maldição do Fogo Eterno (parte 1)

1 1 1 1 1 Rating 5.00 (2 Votes)


Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

Era uma noite gelada de inverno...Grossas camadas de neve cobriam o chão, e inúmeros flocos pairavam pelo ar.

 Ela caminhava sozinha. Seus trajes mínimos e seus perturbadores gritos de terror assustavam quem a via, pois ela parecia não sentir frio enquanto as outras pessoas só faltavam morrer congeladas. Quem era ela? Ninguém sabia, como também não sabiam a respeito da maldição que ela carregava dentro de si: a Maldição do Fogo Eterno.

Quando ela era criança, seus pais a consagraram em uma cerimônia pagã, mas anos mais tarde, arrependeram-se e se converteram ao cristianismo, ocasionando a ira das entidades que já tinham a certeza do domínio completo de suas almas. Só que eles pagaram um preço muito caro por esse arrependimento: a criança consagrada foi amaldiçoada da seguinte forma: o fogo do abismo a consumiria por dentro, e acabaria com a sua alma pouco a pouco, até que chegasse o momento em que ela se tornaria escrava do rei do abismo durante toda a eternidade.

Assim, ela seguia seu destino, já adulta. Não podia tocar nenhum ser vivo, apenas podia sentir um fogo infernal correr-lhe pelas veias, tal qual as lavas de um vulcão enfurecido...



Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

© Contos de Terror - Letras de Sangue | Design by: LernVid.com