Uma Mula para o Socorro

1 1 1 1 1 Rating 3.33 (3 Votes)


Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

 BASEADO EM FATOS REAIS

 

- Resgate 01 na escuta?

- QAP (na escuta) central.

- Boa noite senhores, recebemos informações que no km 22 há um corpo caído na mata, próximo ao acostamento.

- QSL (entendido) central, estamos a caminho.

Mais uma noite daquelas, já era 22 h, estávamos exaustos, o desejo por uma cama estava acima de qualquer coisa. Havíamos atendido pelo menos umas dez ocorrências de todos os tipos de acidente possíveis e imagináveis.

Nossa base estava situada no topo da serra do mar, local estratégico para o deslocamento, visto que, a maioria dos acidentes acontecia próximo dali. Ao anoitecer, uma forte nevoa tomava toda aquela região, inclusive dentro da base, se a porta ficasse aberta.

Diversos relatos de fenômenos paranormais vinham nos atormentando nos últimos meses. Almas penadas que, perambulavam próximo da região; gritos de socorro ecoavam ao cair da noite, pessoas avistadas a beira da estrada, e quando alguém parava para verificar, simplesmente sumiam.

Naquele mesmo dia Mark, um dos socorristas que estava saindo do plantão, nos disse que, durante um atendimento de capotamento, avistou o espírito do motorista ao lado de seu próprio corpo. Relatou com muita propriedade sobre sua visão, mas na verdade nada do que ele havia falado era tão surpreendente, pois quase todos da minha equipe tinham presenciado aberrações ao menos uma vez.

Quando acionados para a ocorrência do corpo próximo ao acostamento, a central nos relatou que um dos veículos de sinalização foi abordado na rodovia por um senhor desesperado. Estava tenso, gesticulava muito, dizendo que a alguns quilometro dali tinha uma pessoa caída na mata. Aparentava muita preocupação, inclusive nos pressionando para que fossemos verificar o mais rápido possível.

Nos deslocamos para a ocorrência... A rodovia estava calma, era tarde da noite, chegamos ao local em menos de quinze minutos, paramos a viatura exatamente onde haviam nos informado, descemos e sinalizamos com auxilio de lanternas e, começamos a procurar o suposto corpo. Uma neblina muito densa dificultava ainda mais nossa visão.

- Alguém está vendo alguma coisa? - interpelei os companheiros da equipe.

- Por enquanto nada, acho que essa ocorrência é uma grande furada, comentou Charlie.

- Vamos procurar um pouco mais.  -  Tinha acabado de falar, quando Lee gritou.

- Achei,está aqui !!

Corremos até onde ele estava, adentramos uns 2 metros na mata, e vimos uma pessoa no chão. Percebemos que estava com as pernas e os braços quebrados, contorcidos em volta de si mesmo;tinhamuito sangue, embora estivesse seco. Com certeza havia sido atropelado pelo menos há uns dois dias, dado a rigidez cadavérica.

Passaram-se alguns minutos e, o veiculo que passou a informação para a central encostou ao lado. Desceu um rapaz. Veio em nossa direção e pediu que iluminássemos o corpo para que ele pudesse olhar a vítima.
Assim que iluminamos o cadáver, o rapaz ficou completamente descorado, percebi que ficou muito nervoso, mal conseguia falar.

- O que foi? Você está bem? - Perguntei ao rapaz.

- Sim, estou muito bem.

- Sentiu-se mal em ver uma pessoa morta?

- Não, claro que não, na verdade estou feliz.

- Feliz !! Como assim, feliz?

- Por terem me encontrado, disse, com uma voz rouca de homem mais velho.

- Desculpe, não estou entendendo, como assim te encontrado?

- Encontrado meu corpo! - Repetiu o rapaz, com uma voz que não parecia ser sua, e depois caiu ao chão, desmaiado.

Corremos para socorrê-lo e, ao tocarmos nele, seus olhos se abriram.

- Que foi, onde estou? – disse o rapaz, com a voz já normalizada.

- Como assim... Você não se lembra de nada?

- Não... Lembro-me apenas de ter encontrado um senhor antes de vir pra cá... ele me pediu pra chamar vocês para localizar um corpo caido na mata....

 

 



Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Comentários   

0 # Unohanna 16-08-2017 16:01
Ótimo conto gostei muito!
Responder | Reportar ao administrador
0 # Arletiiiiiiiiiii 13-04-2016 16:09
Hummm,,,, :cry: :o :o ,,,Vichiiiii
Responder | Reportar ao administrador
0 # Wellington 13-04-2016 15:55
:D :lol: :-) ;-) 8) :-| :-* :oops: :sad: :cry: :o :-? :-x
Responder | Reportar ao administrador
+1 # A.R. Camargo 07-04-2016 23:20
Brigaduuuu, conheçam meu blog.
https://escadadejacoblog.wordpress.com/
Responder | Reportar ao administrador
+1 # Paty 07-04-2016 23:10
Muito bom, parabéns !!
Responder | Reportar ao administrador
+1 # Karina 07-04-2016 22:39
Gostei, bem interessante. :-) :D :lol:
Responder | Reportar ao administrador

© Contos de Terror - Letras de Sangue | Design by: LernVid.com