Lua, Maligna Lua (Micro Conto)

1 1 1 1 1 Rating 5.00 (1 Vote)


Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

I see the a bad moon rising
(Eu vejo a lua maligna nascendo)

Creedence Clearwater Revival

O osso externo se rasgou como se fosse feito de papel, exibindo um coração que ainda pulsava.

As alças do intestino escaparam pelo enorme rasgo que, partindo do peito, atravessou o abdomên chegando até quase a virilha.

O que os olhos viram, o cérebro não  teve tempo de processar: a imagem da fera hedionda já desafiaria a compreensão de uma pessoa sã.

Morreu sem entender o que o havia matado.

---FIM---



Para compartilhar nas redes sociais, clique aqui:

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

© Contos de Terror - Letras de Sangue | Design by: LernVid.com